Benedito sai em defesa do pré sal da Petrobras

429

O líder do PP no Senado, Benedito de Lira  disse  que é contrário ao projeto de lei do senador José Serra (PSDB-SP) que acaba com a participação mínima obrigatória da Petrobras nos consórcios de exploração do petróleo da camada pré-sal.

senador-benedito-de-lira

A proposta, ressaltou o senador, também retira da companhia a condição de responsável pela condução e execução de projetos de exploração e produção de petróleo.
Mesmo que haja problemas relacionados às irregularidades envolvendo contratos da Petrobras, apurados pela operação Lava-jato, o setor de exploração de petróleo envolve interesses estratégicos para o país, que esbanja conhecimento no setor, disse Benedito de Lira. E, por isso, não pode sofrer esse tipo de alteração.

  • Isso equivaleria entregar de mão beijada, como se diz na linguagem popular, uma riqueza inestimável dos brasileiros às empresas internacionais, que certamente se engalfinhariam para disputar uma presa tão substanciosa – alertou.

Benedito de Lira afirmou que os problemas envolvendo a Petrobras devem ser apurados, mas não podem atingir a companhia, que, na opinião dele, tem capacidade para se reerguer.

Ele inclusive citou dados que mostram que, apesar dos problemas, a Petrobras, em 2015, conseguiu bater recordes.

Segundo os dados apresentados pelo senador, a produção de barris de petróleo em 2015 foi 4,6% mais alta que a meta fixada para o período de acordo com o plano de gestão da companhia. No caso do pré-sal, a produção foi de 767 mil barris ao dia em 2015, número 56% maior que o de 2014.

SEM COMENTÁRIOS