Campeonato Brasileiro: Com dois de Willian, Cruzeiro despacha o Fluminence

365
willian-cruzeiro-fluminense

Cruzeiro segue embalado nesta reta final do Campeonato Brasileiro , e venceu o Fluminense no Mineirão na manhã deste domingo por 2 a 0, com dois gols de Willian.

Com o resultado, o Cruzeiro, que não perde a sete jogos, chega aos 41 pontos e se afasta de vez da zona do rebaixamento. Já o Flu mantém o retrospecto irregular, duas vitórias e três derrotas nos últimos cinco jogos, e estaciona nos 40 pontos.

Na próxima rodada, o Flu recebe o Atlético-PR no Maracanã no sábado à tarde, mas antes, na quarta-feira, encara o Palmeiras no primeiro jogo da semifinal da Copa do Brasil . Já o Cruzeiro visita o ameaçado Goiás no Serra Dourada no domingo.

Willian celebra na frente da torcida do Cruzeiro um de seus gols
Willian celebra na frente da torcida do Cruzeiro um de seus gols

Foto: Pedro Vilela/Getty Images

O jogo – O Cruzeiro fez um ótimo primeiro tempo no Mineirão e dominou o duelo contra o Fluminense. Bem organizado e atuando de forma compacta, a equipe mineira não permitiu ao tricolor carioca desenvolver seu jogo ofensivo.

A pressão inicial da Raposa produziu logo uma boa oportunidade aos 4 minutos. Após bola tabela entre Willian, Arrascaeta e Ariel Cabral, a bola sobrou para Allano na direita da área chutar cruzado. A bola não saiu com muita força, e Cavalieri espalmou para escanteio.

O Cruzeiro marcava em cima e obrigava o Flu a ficar trocando passes em seu campo. O tricolor também tinha dificuldades em sair em velocidade, e perdia as chances de contra-ataque. Já o Cruzeiro jogava fechado e atuava bem pelas laterais do campo.

Arrascaeta, do Cruzeiro, tenta passar pela marcação dos jogadores do Fluminense

A equipe da casa chegou novamente com perigo aos 17. Após roubada de bola na intermediária, Arrascaeta recebe, avança e toca para Willian na entrada da área. O atacante bate de virada e a bola passa raspando o travessão.

Aos 27, o Cruzeiro abriu o placar. Mais uma bola roubada no meio de campo, toques rápidos e Manoel cruzou da direita para Willian na área. O atacante dominou, virou e chutou cruzado no canto direito de Cavalieri.

Willian comemora um dos dois gols que marcou na vitória sobre o Fluminense

O gol não mudou o panorama da partida. O Cruzeiro manteve a postura compacta e toques rápidos em direção ao gol, e o Flu parava na defesa bem postada do adversário.

E foi o Cruzeiro que chegou em mais duas oportunidades na etapa inicial e teve chance de ampliar. Aos 37, Allano aproveitou um rebote e mandou por cima da meta tricolor. Já aos 44, Fabrício recebe livre na esquerda da área do Flu e cruza do outro lado para Willians, que, também livre, chuta pela linha de fundo.

Mas mal começou o segundo tempo, o Cruzeiro chegou ao segundo gol. Em dia inspirado, William recebeu na intermediária pelo lado esquerdo, avançou ser marcação, entrou na área, e chutou rasteiro cruzado no canto esquerdo de Cavalieri.

O Fluminense seguia inoperante em campo e o Cruzeiro ia somando ataques perigosos, e só parava na atuação de Diego Cavalieri ou na falta de pontaria.

Aos nove, o volante Willians recebeu lançamento longo na direita e avançou em direção à área. O zagueiro Ramon estava caido na meia-lua, mas o jogador do Cruzeiro ignorou e tentou a conclusão, que saiu por cima do gol. Após o lance, os jogadores do Flu foram tomar satisfações com o atleta adversário pela falta de ‘fair-play’.

O terceiro gol quase saiu aos 14. Fabrício recebeu livre na ponta esquerda e cruzou para William na altura da marca do pênalti. Também com liberdade, o atacante ajeitou e bateu forte, mas a bola foi na rede pelo lado de fora.

Aos 18, Arrascaeta recebeu na meia-lua, girou e acertou um belo chute, mas Cavalieri fez boa defesa e salvou o Flu.

O goleiro do Flu voltou a salvar salvou seu time outra vez aos 27, desta vez em dois lances. O Cruzeiro jogava como queria, especialmente pelo lado esquerdo. Fabrício recebeu e tocou para Marcos Vinícius na entrada da área. O atacente acertou a bomba e Cavalieri rebateu. Na sobra, o jogador da raposa insistiu mas o goleiro tricolor saiu corajosamente e abafou o lance.

No final da partida, Mano Menezes deu uma chance a Leandro Damião e o colocou no jogo substituindo Arrascaeta. O atatante, entretanto, protagonizou mais um lance que simboliza sua má fase dentro de campo. Após receber lançamento de Marcos Vinícius, ele passou pelo goleiro do Flu e, com o gol vazio, perdeu chance incrível de marcar.

 

SEM COMENTÁRIOS