E SE TODO O DINHEIRO DA GUERRA FOSSE PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL?

409

“Eu sou apenas uma criança, mas mesmo assim sei que se todo o dinheiro gasto na guerra fosse utilizado para procurar soluções ambientais, acabar com a pobreza e estabelecer tratados, que lugar maravilhoso essa Terra seria.” A declaração foi feita por Severn Cullis Suzuzi durante a Conferência das Nações Unidas para o Meio Ambiente e o Desenvolvimento em 1992. Junto com outras três crianças, viajou ao Rio de Janeiro para chamar a atenção dos líderes mundias sobre a importância de cuidar do planeta. Seu discurso, até hoje, continua atual. O poderoso e mundialmente famoso discurso de Severn Cullis-Suzuki pode servir de inspiração para que os líderes se comprometam com ações corajosas na nova agenda de desenvolvimento sustentável da Organização das Nações Unidas(ONU), neste final de semana. Vale a pena rever.

Desenvolvimento sustentável é um conceito sistêmico que se traduz num modelo de desenvolvimento global que incorpora os aspectos de um sistema de consumo em massa no qual a preocupação com a natureza, via de extração de matéria prima, é mínima. Foi usado pela primeira vez em 1987, no Relatório Brundtland, um relatório elaborado pela Comissão Mundial sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento, criado em 1983 pela Assembleia das Nações Unidas.
A definição mais usada para o desenvolvimento sustentável é:
Cquote1.svg
O desenvolvimento que procura satisfazer as necessidades da geração atual, sem comprometer a capacidade das gerações futuras de satisfazerem as suas próprias necessidades, significa possibilitar que as pessoas, agora e no futuro, atinjam um nível satisfatório de desenvolvimento social e econômico e de realização humana e cultural, fazendo, ao mesmo tempo, um uso razoável dos recursos da terra e preservando as espécies e os habitats naturais.
Cquote2.svg

O campo do desenvolvimento sustentável pode ser conceptualmente dividido em três componentes: a sustentabilidade ambiental, sustentabilidade econômica e sustentabilidade sociopolítica.[4]

Acompanhe o tema em www.onu.org.br/pos2015www.onu.org.br/tema/pos2015.

FONTE: ONU Brasil

SEM COMENTÁRIOS