Vasco e Avaí empatam. Erros da arbitragem prejudicaram o resultado do jogo

391
Vasco-avaí

Na manhã deste domingo, Avaí e Vasco duelaram na Ressacada, pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro e, no encontro das duas equipes com as piores defesas do campeonato, as equipes saíram com um empate por 1 a 1. Os gols do jogo foram marcados por Nenê, de pênalti, aos 44 minutos do primeiro tempo e André Lima, aos 40 da segunda etapa. A partida ainda teve muita polêmica, com três jogadores expulsos, sendo dois do lado vascaíno e um do Avaí, além de dois pênaltis duvidosos, um para cada lado, e reclamações de outros dois.

Na próxima rodada, o Vasco recebe a Chapecoense , quinta-feira (15), às 19h30 (de Brasília) no Maracanã. O Leão por sua vez, vai até a Ilha do Retiro para enfrentar o Sport , quarta-feira (14), às 19h30 (de Brasília). A diferença de mais de dez dias entre a 29ª e a 30ª rodada, se deve a pausa que irá ocorrer no Campeonato Brasileiro em virtude das partidas daSeleção Brasileira pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo 2018. A equipe de Dunga encara o Chile nesta quinta (08), fora de casa, e a Venezuela na próxima terça (13), em solo nacional.

O JOGO

Mesmo jogando fora de casa, o Vasco não se intimidou e logo aos sete minutos já balançou as redes, mas o lance foi anulado pelo assistente. Andrezinho recebeu enfiada de Nenê, foi até a linha de fundo e cruzou rasteiro para Leandrão, que acertou a trave. Na sequência, Andrezinho pegou o rebote e levantou na área, na cabeça de Julio dos Santos, que mandou para as redes. Entretanto, o bandeira impugnou o lance pois, no momento do cruzamento, Andrezinho estava fora de campo.

No minuto seguinte, em ataque pela direita, o Avaí respondeu. Nino Paraíba avançou pela direita e cruzou rasteiro para Léo Gamalho, que dominou e chutou no canto para uma boa defesa do goleiro Martín Silva.

A partida ficou morna e sem lances de perigo por mais de trinta minutos até que, aos 43, a arbitragem assinalou pênalti para o Vasco. Andrezinho deu um toque de chaleira para Leandrão, que invadiu a área pela esquerda e tentou fazer o corte para dentro, em cima do meia Marquinhos. O camisa dez do Avaí deu o carrinho e tomou a bola, mas ela bateu nos dois braços do veterano e o árbitro marcou a penalidade.

Na cobrança, o homem das bolas paradas, Nenê, cobrou com categoria, no lado direito do goleiro, que caiu para o canto oposto e nem saiu na foto. Este foi o quinto gol do meia desde que chegou ao Vasco.

Em cobrança de pênalti, Nenê deixou o Vasco em vantagem no primeiro tempo
Em cobrança de pênalti, Nenê deixou o Vasco em vantagem no primeiro tempo

Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br

O Avaí voltou do intervalo disposto a empatar o jogo e, logo aos 12 minutos, já teve uma boa chance de igualar o marcador. Léo Gamalho deu um belo passe para Anderson Lopes que, dentro da área, dominou e bateu de pé esquerdo. A bola passou perto da trave de Martín Silva e assustou o goleiro uruguaio.

Com 25 jogados, o Avaí tentou mais uma vez, mas nesta, Martín Silva salvou o Vasco. Romário cruzou para Léo Gamalho, que testou firme em direção ao gol, porém, em dois tempos, o goleiro vascaíno fez a defesa.

Pouco depois, o Avaí, com um pênalti, teve sua mais clara chance de empatar o jogo. Em cobrança de falta pela esquerda, Renan Oliveira cruzou e a bola pegou no braço de Mádson, único homem da barreira. A arbitragem assinalou pênalti para a revolta dos vascaínos, que alegavam que o toque havia ocorrido fora da área.

Encarregado da cobrança, Léo Gamalho pegou a bola e colocou na marca da cal. Entretanto, o atacante

encheu o pé e isolou a bola para a festa dos vascaínos. O lance ainda fez com que o atacante Jorge Henrique, mesmo no banco de reservas, fosse expulso por reclamar de forma acintosa da penalidade marcada.

Aos 38 minutos, o jogo seguiu quente e, em lance disputado por Rafael Silva e Romário, os dois atletas foram expulsos. Na jogada, ambos se chocaram e trocaram empurrões.

André Lima empatou nos minutos finais na Ressacada
André Lima empatou nos minutos finais na Ressacada

Foto: Cristiano Andujar/Agif / Gazeta Press

Com 40 minutos no cronômetro, depois de muito pressionar, o Avaí finalmente chegou ao empate. André Lima recebeu na área, dominou e tocou para igualar o marcador.

André Lima incendiou a partida e ainda houve tempo para, aos 44 minutos, o centroavante quase virar o jogo. No entanto, Martín Silva se esticou todo e conseguiu evitar a virada, garantindo um ponto para a equipe de São Januário.

Avaí 1 x 1 Vasco
Local:
Ressacada, em Florianópolis (SC)
Data: 4 de outubro de 2015 (Domingo)
Horário: 11h (de Brasília)
Árbitro: Luís Teixeira Rocha (RS)
Assistentes: José Javel Silveira (RS) e Rafael da Silva Alves (RS)
Renda: R$ 318.992,00
Público: 14.582
Cartões amarelos: Vágner, Romário, Éverton Silva e Marquinhos (Avaí) ; Martín Silva, Bruno Gallo, Rafael Vaz e Andrezinho (Vasco)
Cartões vermelhos: Romário (Avaí) ; Jorge Henrique e Rafael Silva (Vasco)

Gols:
Vasco
: Nenê, de pênalti, aos 44 minutos do primeiro tempo
Avaí : André Lima, aos 40 minutos da segunda etapa

Avaí: Vagner, Nino Paraíba, Antonio Carlos, Jubal e Romário; Renan (André Lima), Eduardo Neto, Everton Silva (Tinga) e Marquinhos (Renan Oliveira); Anderson Lopes e Léo Gamalho. Técnico: Gilson Kleina

Vasco: Martin Silva, Madson, Rafael Vaz, Rodrigo e Julio Cesar; Bruno Gallo (Serginho), Julio dos Santos, Andrezinho e Nenê; Jorge Henrique (Rafael Silva) e Leandrão (Anderson Salles). Técnico: Jorginho

SEM COMENTÁRIOS